quarta-feira, 12 de maio de 2010

Algumas coisas não se explicam…

             Dizem que para esquecer um amor, é preciso encontrar outro. Mas e quando não conseguimos de forma alguma gostar de mais ninguém ? o que se pode fazer ? Por mais incrível que esse outro alguém seja, é como se eu tivesse construído um bloqueio, uma armadura contra o amor. Pra ninguém me ferir, pra que ninguém invada minha vida e me deixe totalmente dependente do amor, de novo. Porque perder alguém dói muito, a ausência é insuportável, e o tempo que levei pra me acostumar com isso foi longo, foi difícil. Chego a pensar que amor de verdade é coisa de novela, é algo que, pra mim, seja inalcançável. Por conta disso eu tento me afastar de todos que se aproximam, e acabo ferindo quem de alguma forma gosta de mim. Algumas amigas dizem que na verdade eu só gosto do que é complicado. Que só me interessa o que eu não posso ter, e quando possuo perde a graça. Mas juro que não, eu tenho muita vontade de amor,de amar… mas não consigo. O máximo que chego a sentir são paixonites que duram menos que duas semanas. Amor mesmo eu só senti uma vez ( e sinto), e dói, machuca. Não passa… Sempre fui insegura, e me torno cada vez mais pessimista. Mas no fundo, bem no fundo existe aquela luzinha verde de esperança, que não se apaga.

“Se a paixão fosse realmente um bálsamo
O mundo não pareceria tão equivocado
Te dou carinho, respeito e um afago
Mas entenda, eu não estou apaixonado
A paixão já passou em minha vida
Foi até bom mas ao final deu tudo errado
E agora carrego em mim
Uma dor triste, um coração cicatrizado”(R.R)

4 comentários:

Rodolpho Padovani disse...

O nome do post já disse td, só quem sente sabe, mas a gente tem q arriscar mais e dar chances pro amor chegar, se não sempre perdemos e sempre vivemos de paixões momentâneas...

Bjs...

Margarida disse...

Olá B, gostei muito deste post, beijinhos *

Juliana Mendes disse...

é, tbm sou assim...
mas eh só relaxar que aparece um dia...


talvez isso seja bom, assim choramos menos, sofremos menos..
tudo menos..

e isso é bom!
creio eu!

Marcelo Vinicius disse...

Seu blog tem belos textos, vou ler mais...

Se puder acesse o meu também: www.marcelovinicius.com

Abs

'não sei viver só e sem sonhar, sem fé, sem ter alguém. '