segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

'O que acontece é sempre natural — se a gente tiver que se encontrar, aqui ou na China, a gente se encontra. Penso em você principalmente como a minha possibilidade de paz — a única que pintou até agora, “nesta minha vida de retinas fatigadas”. E te espero. E te curto todos os dias. E te gosto. Muito.'

2 comentários:

Breno disse...

Gostei muito desse texto! :)
Só não entendo pq não inventaram o manual de intruções de cada tipo de mulher.. rsrs!

B. Guimarães disse...

Rsrs ! Pq cada mulher é única, daria um pouco de trabalho decifrar cada uma né ?!

'não sei viver só e sem sonhar, sem fé, sem ter alguém. '